Cacercopar - Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais da Região Centro-Ocidental do Paraná

Unale discute Unificação das Eleições nesta segunda-feira

Parlamentares membros da diretoria executiva da Unale - União Nacional dos Legisladores e Legislativos municipais e reúnem nesta segunda-feira (11), na sede da entidade em Brasília, para discutir as propostas de unificação das eleições no Brasil. A Faciap - Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná foi convidada a participar da comissão, após pronunciamento do presidente Rainer Zielasko sobre o tema. "É necessário o alargamento dos mandatos eleitorais, hoje estipulados em quatro anos, para além deste prazo, de maneira contínua e sem interrupções para que seja possível planejar melhor as ações", afirmou o presidente, em nota enviada à Câmara e ao Senado.

A Comissão da Unificação na Unale é presidida pelo deputado catarinense Dado Cherem (PSDB). O objetivo da Comissão é apoiar a unificação das eleições, como uma das formas de redução do custo das eleições no País. Somente em 2012 foram gastos mais de R$ 1 bilhão em processos eleitorais. Quem representou a Faciap durante a reunião foi o assessor jurídico Cezar Viana Lucena.

Atualmente, as eleições acontecem de dois em dois anos, alternando a escolha dos representantes do Legislativo e do Executivo municipais com a dos ocupantes dos cargos nos níveis Estadual e Federal.

A proposta é que sejam escolhidos o presidente, senadores, governadores, deputados estaduais e federais, prefeitos e vereadores na mesma eleição. Além da paralisia do Legislativo no período eleitoral, a comissão da Unale defende que um pleito a cada dois anos gera um alto custo e prejuízos para algumas áreas.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o custo de operação das eleições do ano passado foi de R$ 395 milhões. Além disso, segundo levantamento realizado pelo site Contas Abertas, o valor referente à renúncia fiscal das emissoras de TV e rádio para a transmissão da propaganda eleitoral gratuita chega a R$ 606 milhões.


Com informações da Unale

Informações para a imprensa:
(41)3307-7007 / 9961-5198

 



<< Voltar

Parceiros